segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Happy Halloween!



Personalize funny videos and birthday eCards at JibJab!

domingo, 30 de outubro de 2011

À voir, absolument


PHANTOM WATER EDIT from Chris Bryan on Vimeo.

Rethink Breast Cancer presents: Your Man Reminder

EELS Things The Grandchildren Should Know a video by U2mixer

sábado, 29 de outubro de 2011

ADEUS, EUGÉNIO DE ANDRADE, in OS AMANTES SEM DINHEIRO

ADEUS

Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.
Gastámos tudo menos o silêncio.
Gastámos os olhos com o sal das lágrimas,
gastámos as mãos à força de as apertarmos,
gastámos o relógio e as pedras das esquinas
em esperas inúteis.

Meto as mãos nas algibeiras
e não encontro nada.
Antigamente tínhamos tanto para dar um ao outro!
Era como se todas as coisas fossem minhas:
quanto mais te dava mais tinha para te dar.

Às vezes tu dizias: os teus olhos são peixes verdes!
E eu acreditava!
Acreditava,
porque ao teu lado
todas as coisas eram possíveis.
Mas isso era no tempo dos segredos,
no tempo em que o teu corpo era um aquário,
no tempo em que os teus olhos
eram peixes verdes.
Hoje são apenas os teus olhos.
É pouco, mas é verdade,
uns olhos como todos os outros.

Já gastámos as palavras.
Quando agora digo: meu amor...
já não se passa absolutamente nada.

E, no entanto, antes das palavras gastas,
tenho a certeza
de que todas as coisas estremeciam
só de murmurar o teu nome
no silêncio do meu coração.

Não temos nada que dar.
Dentro de ti
Não há nada que me peça água.
O passado é inútil como um trapo.
E já te disse: as palavras estão gastas.

L. Boccherini: La Musica Notturna delle Strade di Madrid - Op. 30 n. 6 (...

Todas as cartas de amor são ridículas.

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.
Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.
As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.
Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.
Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.
A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.
(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

ÁLVARO DE CAMPOS

Papiroflexia

LB/Coldplay


O meu actor preferido... de sempre!


Coldplay - Paradise

sexta-feira, 28 de outubro de 2011


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Vincent - Tim.Burton.Short.Animation.1982

Invention of Love (2010) - Animated Short Film

Dream a Little Dream - Eddie Vedder (Invention of Love)

JAMES TAYLOR - YOU CAN CLOSE YOUR EYES (HQ)

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Mae Besson


Pigeon: Impossible

domingo, 23 de outubro de 2011

I Can't Stand The Rain...The Commitments 1991

Michael Sowa

The Beatles - All Together Now

Furry Happy Monsters

Escorpião

"A ti Escorpião, darei uma tarefa muito difícil. Terás a habilidade de conhecer a mente dos homens, mas não te darei a permissão de falar sobre o que aprenderes.

Muitas vezes te sentirás ferido por aquilo que vês, e em tua dor te voltarás contra Mim, esquecendo que não sou Eu, mas a perversão de Minha Ideia, o que te faz sofrer.

Verás tanto e tanto do homem enquanto animal, e lutarás tanto com os instintos em ti mesmo, que perderás o teu caminho; mas quando finalmente voltares, terei para ti o Dom supremo da Finalidade."

sábado, 22 de outubro de 2011

Hans Rosling's 200 Countries, 200 Years, 4 Minutes - The Joy of Stats - ...

sexta-feira, 21 de outubro de 2011


quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Statler & Waldorf: Meh

Frase do dia

«Sou como as grutas, choro para dentro...» 
A. Lobo Antunes.

WELCOME TO THE OCCUPATION LYRIC VIDEO

terça-feira, 18 de outubro de 2011


Para fazer o retrato de um Pássaro



         Pintar primeiro uma gaiola com a porta aberta. Pintar depois alguma coisa bonita, alguma coisa simples, alguma coisa bela, alguma coisa útil para o pássaro.
         Encostar depois a tela a uma árvore num jardim, num parque ou numa floresta. Esconder-se atrás da árvore sem dizer nada, sem se mexer…
         Por vezes o pássaro chega depressa, mas pode também demorar longos anos até se decidir. Não desanimar; esperar, durante anos, se necessário, pois não importa que o pássaro chegue depressa ou que demore, para se conseguir um bom quadro.
         Quando o pássaro chegar, se chegar, manter o mais profundo silêncio, esperar que o pássaro entre na gaiola, e quando tiver entrado fechar suavemente a porta com o pincel.
Depois, apagar uma a uma todas as barras, tendo o cuidado de não tocar em nenhuma das penas do pássaro. Fazer depois o retrato da árvore, escolhendo o mais belo dos seus ramos para o pássaro. Pintar também a verde folhagem e a frescura do vento, a poeira do sol e o zumbido dos insetos no calor do verão e depois esperar que o pássaro se decida a cantar.
Se o pássaro não cantar é mau sinal, sinal de que o quadro é mau. Mas se cantar é bom sinal, sinal de que podes assinar.
Então, arranca muito suavemente uma das penas do pássaro e escreve o teu nome num canto do quadro.
(Amanhã podes pintar outro.)
Jacques Prévert
Para fazer o retrato de um Pássaro

Está quase...


Nicole Wong, Talking my ear off

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Guarda, il cielo! E' una meraviglia!

Charles Chaplin

 
A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

Tintin


The Adventures of Tintin from James Curran on Vimeo.

domingo, 16 de outubro de 2011


Outras duas dúzias de coisinhas à-toa que deixam a gente feliz




Passarinho na janela
Pijama de flanela
Brigadeiro na panela
Gato andando no telhado
Cheirinho de mato molhado
Disco antigo sem chiado
Pão quentinho de manhã
Dropes de hortelã
O grito do Tarzan
Tirar sorte no osso
Jogar pedrinha no poço
Um cachecol no pescoço
Papagaio que conversa
Pisar em tapete persa
Eu te amo e vice-versa
Vaga-lume aceso na mão
Dias quentes de verão
Descer pelo corrimão
Almoço de domingo
Revoada de flamingo
Herói que fuma cachimbo
Anãozinho no jardim
Lacinho de cetim
Terminar o livro assim.

Otávio Roth



Duas dúzias de coisinhas à-toa que deixam a gente feliz


Pintinho saindo do ovo
Começar caderno novo
Alegria do meu povo
Espaguete al dente
Um pé de meia quente
Melancia sem semente
Acordar com cafuné
Visita pela chaminé
Estalar os dedos do pé
Queijinhos vindos da França
Menina loira com trança
Dom Quixote e Sancho Pança
Barquinho na enxurrada
Queijo com goiabada
Beijinhos da namorada
Joaninha no nariz
Respingo de chafariz
Fazer um amigo feliz
Estrelinha piscando no céu
Melar o dedo no mel
Abrir clipe de papel
Alguém sempre por perto
Um saco de bombom aberto
Uma rima que deu certo.
E agora pra terminar
não posso deixar de falar
O que é belo e irradia
Luz , perfume e harmonia
de noite, de tarde ou de dia...
é a minha amiga "Luzia"
Otávio Roth

Liszt Pater noster Harmonies Poétiques et Réligieuses Miguel Henriques, para a Isabel

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

John Lennon - "Nobody Loves You (When You're Down And Out)"

Tintin em Lx

TINTIN EM LISBOA – EXPOSIÇÃO DE COLECCIONADORES
Entre os dias 24 de Outubro e 5 de Novembro, decorrerá nas Galerias Saldanha Residence, em Lisboa, a exposição “TINTIN EM LISBOA”, que estará patente ao público entre as 10h00 e as 23h00.

A exposição “TINTIN EM LISBOA” narra as aventuras deste personagem através de uma exposição de coleccionadores onde serão apresentadas peças particulares diversificadas que integram o universo Tintin, desde livros, edições especiais, carros, figuras, colecções em cerâmica, miniaturas e ainda objectos em tamanho real.
O objectivo é dar a conhecer ao público em geral e apresentar aos fãs da marca uma mostra de um universo intemporal que conta já com 80 anos de existência.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

The F Word: Famine is the Real Obscenity (International)

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A Bertrand recomenda...

Portugal precisa que estudes. 

Não copies. 

Estuda. 

Não decores. 

Aprende. 

Não te encostes. 

Participa. 

Não desistas.

Insiste. 

Sê original. 

Lê os livros.

E, na essência, concordo, menos no «não decores»! Decora, para estimular o cérebro! E aprende...

yann tiersen - le phare - les jours heureux

johnny cash - further on up the road.wmv

terça-feira, 11 de outubro de 2011

A minha 1000ª publicação


«Quando pretendemos protestar contra alguma coisa ou contra alguém devemos aguardar primeiro, pacientemente, que nos causem o maior número de injustiças possíveis. Creio estar na hora do protesto.»

Um livreiro anónimo, in Pó dos livros

Good night!

Boa noite, querido Armando!

A letra N é o símbolo matemático de um conjunto infinito (o dos números Naturais) e o 8 deitado também simboliza infinito, ou seja, noite significa, em todas as línguas, a união do infinito!
Português: noite = n + oito
Inglês: night = n + eight
Alemão: nacht = n + acht
Espanhol: noche = n + ocho
Francês: nuit = n + huit
Italiano: notte = n + otto
Interessante, não?

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

R.E.M. - Supernatural Superserious


domingo, 9 de outubro de 2011

Pensamento do dia...

«Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos.»

sábado, 8 de outubro de 2011

Chuva de estrelas, hoje!


In The Morning - Bee Gees

Madrugada em Évora...


quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Cá estou eu de regresso à escola


Cá estou eu de regresso à escola

Olá, cá estou eu de regresso à escola e ao trabalho.
Foi muito bom regressar à escola e voltar a ver os colegas.
Nas férias eu só pensava que a escola era um castigo, mas quando voltei já não pensava assim.
Eu já estava um bocadinho farto de ficar em casa sozinho só a ver televisão, a jogar video-jogos e a fazer tarefas de casa.
Quando eu voltei eu só pensava quem seria o novo colega e quem seriam as novas professoras, seriam altas, pequenas, simpáticas ou até rabugentas. Quando saí do carro e dirigi-me ao portão já avistava os meus colegas a brincarem ao apanha. Fui logo ter com  eles cumprimentá-los e perguntar como tinham corrido as férias. E todos eles me disseram que tinham passado bem as férias. Depois ainda lhes perguntei se o novo colega já tinha chegado, e ao perguntar ele chegou.
O novo colega chamava-se Vasco Queiroga.
O Vasco foi logo perguntar-nos se podia brincar connosco, e nós deixámo-lo brincar.
Bem, eu adorei voltar à escola.

                                                                    Pedro Santana
                                                                                     6º B             

domingo, 2 de outubro de 2011

Bob Dylan - Forever Young, dedicada à minha amiga Helena Perdigão

sábado, 1 de outubro de 2011

The Actual '73 Giving Tree Movie Spoken By Shel Silverstein