terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Mais um da Rita G. Um bom Ano Novo para todos!

VEM AÍ O ANO NOVO
 CHEINHO DE ALEGRIA!
 VAI MOSTRAR AO POVO
 QUE TENS MUITA SIMPATIA!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Para um Natal merecido... da Rita G. (sempre!)

ESTÁ QUASE A CHEGAR
O NOSSO QUERIDO PAI NATAL

QUE NOS VAI DAR MUITAS PRENDAS
E UM BEIJINHO MUITO ESPECIAL

Mais uma vez do Brasil, da Tânia! Que saudade!!!


Monsieur Binot

Joyce

Olha aí, monsieur Binot
Aprendi tudo o que você me ensinou
Respirar bem fundo e devagar
Que a energia está no ar
Olha aí, meu professor,
Também no ar é que a gente encontra o som
E num som se pode viajar
E aproveitar tudo o que é bom
Bom é não fumar
Beber só pelo paladar
Comer de tudo que for bem natural
E só fazer muito amor
Que amor não faz mal
Então, olha aí, monsieur Binot
Melhor ainda é o barato interior
O que dá maior satisfação
É a cabeça da gente, a plenitude da mente
A claridade da razão
E o resto nunca se espera
O resto é próxima esfera
O resto é outra encarnação!!!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

As minhas máquinas, da Rita G, uma miúda gira cheia de ideias originais!



As Minhas Máquinas
Hoje inventei três máquinas! Que fixe!
Uma serve para fazer os trabalhos de casa, outra serve para matar moscas (é electrónica) e outra serve para ouvir os pensamentos das outras pessoas.
Estava eu a trabalhar na máquina dos trabalhos de casa, quando ouvi uma voz vinda da máquina dos pensamentos que dizia:
- Não estejas preocupada com a nota que vais ter a Estudo do Meio, porque eu vi-te a estudar muito para esse teste e tenho a certeza que não vais ter negativa!
Não respondi mas pensei que se calhar ela tinha razão. Ouvi outra voz vinda da máquina dos TPC que dizia:
- Ela tem razão porque eu estive a ver os teus outros testes da mesma disciplina e vi que tinhas tido boas notas!
A máquina de matar as moscas disse-me:
      - ELAS TÊM RAZÃO, MAS TENS DE ESTUDAR MAIS A MATEMÁTICA!
Ri-me. Depois comecei a pensar em várias formas para fazer uma máquina que desse para gravar música
FIM

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Natal com o 5º C

Numa noite de Natal
lá para os lados de Belém
Nasceu um lindo menino
que só quis fazer o bem

No Natal há amor
no Natal há fantasia
Toda a gente ri
e tem muita a alegria

E sem nenhuma tristeza
nessa noite de luz
aguarda-se a surpresa
do Menino Jesus

Começou a festa
há pessoas a chegar
alegria para todos
e presentes para dar

Um Natal com harmonia
para quem tem muita alegria
Um Natal feliz
para quem viu uma perdiz
Um Natal com amor
para quem cheira uma flor

No Natal há Paz e harmonia
amor e alegria
Para mim o Natal
É uma festa especial!

João A.; Patrícia M.; Beatriz; Marta; Inês; Ana Teresa; Patrícia C.; Ana Cristina

Mais Natal com o 5ºA

Natal... O que é o Natal?
Natal é estar em família, com amor, em paz e tudo de bom!
É uma noite maravilhosa, é mesmo a melhor do ano.
O Natal não tem música, somos nós que lhe damos o tom.

No Natal nasceu o Menino Jesus,
E conduzidos por uma luz
os Reis Magos, porque o veneram,
ouro incenso e mirra foi o que lhe trouxeram.

Numa ânsia infindável
Prendas para as crianças
prendas para os adultos
Esta é a noite de magia incalculável!

Ana; Marta; Carina

Natal com o 5ºA





Está a chegar o tal dia
O dia de Natal
O dia que nos transmite
 uma mensagem especial.

Nasceu o menino Jesus 
Traz paz, amor e alegria
Seu pai chama-se José 
E sua mãe Maria.


É a festa da família
que se vive intensamente
É a noite da consoada
troca-se um beijo e um presente


Chegou o Natal
a época natalícia
há imensos doces
que são uma delícia


Vou receber muitos presentes
num dia especial
e quem mos vai dar
vai ser  o Pai Natal


É Natal,
é alegria
muito amor
e fantasia


É época de presentes
trazidos pelo Pai Natal
que atravessa o Mundo
nesta noite sem igual


Está uma linda noite de Natal
o céu está a escurecer
num instante chega o Pai Natal
e um monte de prendas vai trazer


Querido Pai Natal
queria lhe pedir
se ao perguntar à minha mãe
as prendas posso abrir


Claro que sim, minha querida
foi por isso que aqui vim
faço assim a minha despedida
com tudo de novo que aprendi


Tomás; Manuel;Diogo A.; Patrícia; João; Zé Maria; Diogo G.; Carolina D.; Jéssica; Catarina B.


sábado, 12 de dezembro de 2009

Estrelinha, por Maria Galésio do 5ºA

Estrelinha

Brilha, brilha Estrelinha
Brilha, brilha lá no céu.
Para quem és feita diz-me tu?
Eu sou feita para ti.
Se és feita para mim dá-me o teu orgulho
E o teu coração de ouro tão bonito e tão sincero.
És a minha Estrelinha preferida da noite de Inverno.

Maria Galésio

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Mais uma coisinha da Rita!

O Natal

No Natal há Paz, harmonia,
amigos, simpatia, amor e alegria!
Para mim, o Natal
É uma festa muito especial!

Estamos no Natal
Que feliz está o povo!
Adeus meus amigos
Vemo-nos no Ano Novo!

Rita Gateira, 5ºC

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Este poema foi escrito pela Rita G. Uma brincadeira a sério!


As Estações do Ano

Na Primavera há flores
E passarinhos a voar
Há muitos animais
Que já não estão a hibernar

No Verão está calor
E na praia eu vou estar
Há ondas a rolar
E nós nelas a nadar

O Outono é uma altura especial
Porque há folhas a cair
Brincamos ao apanha
 E temos de fugir

No Inverno há frio
Temos que nos agasalhar
Vamos à escola
E temos que estudar

Autora: Rita Gateira

Um poema enviado pela Rita G. do 5ºC


O Inverno cheio de frio
Com ciúmes do Verão
O piso fica escorregadio
Crianças no meio do chão

A Primavera logo a seguir
Toda bonita e florida
Atira-se uma bola
A jarra fica partida

O Verão cheio de sol
Sto. António, praia e mar,
Este é um lindo poema
Que tem de estar sempre a rimar.

O Outono cheio de folhas,
De muitas e variadas cores
Logo vem o S. Martinho
As castanhas têm muitos sabores.  
Rogério Maurício

Jô Soares sabe do que fala!

O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!
É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia”.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um “Adesivo”.
Precisa faltar, é um “turista”.
Conversa com os outros professores, está “malhando” nos alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não se sabe impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as hipóteses do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala correctamente, ninguém entende.
Fala a “língua” do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é retido, é perseguição.
O aluno é aprovado, deitou “água-benta”.
É! O professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Histórias com interesse, Manuel Giões, um colaborador presente!

Rómulo e Remo                                                                                                                                                

Save the World, salvem o Mundo!


A Fundação AMI completa, este ano, 25 anos de existência.

A Fundação AMI completa, este ano, 25 anos de existência. Ainda que inicialmente se tenha exclusivamente dedicado à Assistência Médica Internacional, ao longo dos anos a sua área de intervenção foi-se tornando cada vez mais abrangente, não só por ter alargado o seu campo de acção a Portugal, hoje com 11 estruturas de apoio social em pleno funcionamento e duas em fase de construção, mas também por actuar em outros campos, todos eles directamente relacionadas com a saúde do Ser Humano (física, social, ambiental).

Fundada em 1984 pelo médico, cirurgião geral e urologista, Fernando Nobre, esta Instituição, exclusivamente portuguesa, tem como preocupação central defender o ser humano contra a intolerância, contra a indiferença, as duas doenças mais graves da humanidade, na medida em que acredita que cada vida humana é única, insubstituível, digna de atenção e cuidado!
Numa altura em que a situação da pobreza em Portugal é cada vez mais preocupante, e o número de pessoas que recorre aos nossos equipamentos sociais tem vindo a aumentar dramaticamente, resolvemos assinalar o 25º aniversário da forma que entendemos melhor poderia simbolizar a união solidária entre seres humanos.
Assim, para celebrar a efeméride, decidimos promover um concerto na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa, no dia 11 de Dezembro, às 21h30.
Concerto Contra a Indiferença é um espectáculo da responsabilidade da Orquestra Metropolitana de Lisboa, que prontamente aceitou o desafio, oferecendo a receita total aos projectos da AMI em Portugal. Tendo como solista Alexandre da Costa (violino) e com direcção musical de Cesário Costa, a Metropolitana propõe composições de Béla Bartók, Joly Braga Santos e Sergei Prokofiev entre outros.
Os bilhetes têm o valor simbólico de 5€ e 7€!
Não perca este evento. Não perca esta oportunidade de contribuir para uma causa digna do seu empenho, celebrando 25 anos de dedicação a fazer a diferença no Mundo!



Para mais informações: Tel: 21 836 21 20
margarida.rosa@ami.org.pt

domingo, 6 de dezembro de 2009

Mais uma carta para o Pai Natal, a do Manel!

Uma Carta Especial

Este é o pedido da Marta, 5ºA


Uma carta especial ao Pai Natal

-Olá Pai Natal! Olá mais uma vez! –escrevi eu na minha carta de Natal para este ano.
No inicio comecei assim mas depois comecei a falar de um assunto muito importante: o fim da guerra no mundo, pedi mais uma vez para o Pai Natal me poder concretizar este desejo e certamente o desejo de muitas outras pessoas.
Eu também queria uma coisa, Pai Natal queria que toda a minha família neste Natal tivesse saúde.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Em Dezembro, um pedido especial ao Pai Natal!


Uma carta especial ao Pai Natal

    Olá, eu sou o José Maria. Eu gostava que tu, Pai Natal, desses um Natal muito feliz às crianças, aos adultos e ainda aos avós. Mas descansa que todas as pessoas devem saber que se têm de portar bem para merecerem receber presentes.
    Mas também se tem de pensar porque é que existe Natal e a resposta a essa pergunta é: JESUS !!!
    Se JESUS não tivesse nascido e sido uma pessoa tão importante, o Natal não existia porque o Natal não é só presentes, é também e, principalmente, para celebrar o nascimento de JESUS e, isto não é só para quem acredita em JESUS, é também para quem não acredita passar a acreditar, quem não acredita em JESUS só festeja o Natal e recebe presentes porque JESUS existiu e quem não acredita em JESUS não deve perceber isso. Cada um tem a sua opinião e se há pessoas que não acreditam em JESUS só temos é de deixá-los ou então fazer com que mudem de opinião. E eu também acho que tu, Pai Natal, devias tentar ensinar a essas pessoas que não acreditam em JESUS isso, essas pessoas só existem graças a uma grande pessoa que está lá no céu a cuidar de nós, mesmo dos que não acreditam Nele e essa pessoa é JESUS !!!
     Ajuda-nos, Pai Natal, também com isto.
     Espero que possas.




José Maria Leal da Costa

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Obrigada, Marta! Um recomeço com um final feliz!

O Simpático Lobo

Era uma vez um lobo, esse lobo era um lobo cheio de pêlo branco, vivia numa floresta, ele não percebia porque é que os humanos tinham medo dele. Na floresta onde ele vivia havia um rio onde nadavam peixes de todas as espécies, uns brancos, outros roxos, outros pretos…muitas espécies. Esse rio não aparece em nenhum lugar do mapa-mundo, é um rio desconhecido, que só as plantas e os animais sabem que existe.
Uma noite, enquanto a floresta estava adormecida, o Lobo acordou e foi à cidade, na cidade foi até a uma casa, bem não era bem uma casa, era um abrigo, onde vivia uma menina de sete anos, uma menina pobre, desse abrigo levou a menina no dorso e levou-a até à floresta.
De manhã a menina acordou na floresta; ao princípio assustou-se, mas depois o lobo explicou porque a tinha levado para lá. Também explicou que ela tinha de ficar escondida para que ninguém a visse.
O Lobo foi buscar peixe ao rio e fruta das árvores, levou a comida até à pobre menina, que se deliciou.
Ao meio-dia levou a menina para cidade, levou também algum peixe e alguma fruta para ela.
E aqui têm uma história feliz.
Marta Sousa, 5ºC

sábado, 21 de novembro de 2009

Recomeçar... depois da tristreza, dar lugar às palavras

Wordle: Untitled

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Frase do dia...

Saudade é o amor que fica!
Tenho tantas saudades...

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Sem título - 28 de Agosto de 2009

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Noca, vamos morrer de saudades...


23 de Agosto de 1997, à porta de um supermercado, só faltava um letreiro a dizer "levem-me!" e nós levámo-la para casa, morta de fome, com mais pulgas e carraças do que pêlo e tão pequenina que cabia na nossa mão!
Roeu tudo o que pôde, cuecas, meias, t-shirts e pijamas... pernas de mesas e de cadeiras, cortinas e guardanapos...
Ocupou e ocupa o espaço que entendeu ser o dela, em casa, o da nossa vida, entrou de corpo, alma e coração na nossa família, fazendo parte dela de pleno direito, o amor que trouxe consigo conferiu-lho. Arranjei-lhe um "espacinho" na minha cama, porque a dela não era do seu agrado, a seguir ao acidente grave que sofreu num dia em que saiu de casa desembestada e foi atropelada. Uma fractura exposta na pata foi o resultado, mas a recuperação foi plena e o lugar na nossa cama ficou garantido para a vida...
A Sra. D. Noca, como a minha amiga Helena se refere a ela, a Noquinha ou a Nokia para os miúdos, dependendo dos dias, é a primeira a ir para a mesa, a primeira a sentar-se no carro, sempre pronta para o passeio, para a caça às lagartixas, porque à caça, propriamente dita, nunca foi, contrariando o seu instinto sempre à flor da pele.
Companheira dos dias difíceis, dos muito difíceis e de todos os outros... Sempre aqui, sempre ao lado, sempre connosco... cresceu connosco e fez-nos crescer!
Um amor incondicional, dedicação total, fiel amiga. Sofre sem se queixar, ainda tem tempo para vir lamber as mãos e pedir festas, sabe que não está bem mas não se lamenta. Só está ali, quietinha...
Cão é cão, não tenham dúvidas, mas é um privilégio ter um cão assim.
Obrigada Noca por tudo o que nos deste, pelo que nos fizeste sentir, pelas gargalhadas e pela irritação de ver tudo roído, pelas noites frias em que nos aqueceste, obrigada Noca...

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Anatomia de Grey, à espera da nova temporada...

Lá vou eu! Há bolas e batatinhas!!! Há tantos anos na Praia Grande...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Um Ulisses de Outros Tempos, em Junho de 2005

domingo, 16 de agosto de 2009

Woodstock, há 40 anos

sábado, 15 de agosto de 2009

Clock, um relógio diferente!


http://billychasen.com/clock/

Cansei... No Brasil, aqui, ali, por todo o lado! Um minuto de silêncio!



sexta-feira, 31 de julho de 2009

E agora... FÉRIAS !!!



A Menina do Mar em Óbidos (a julgar pela ilustração, imperdível!)

A crise é muito pior do que pensávamos, mas os gatos exageram sempre!



quinta-feira, 30 de julho de 2009

Ericeira? Pois claro!!! Sem piranhas... Mas que as há, há!

Praia do Sul, Ericeira

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Agosto, em Óbidos, onde a Leitura acontece

terça-feira, 28 de julho de 2009

Problema de homens, por Saramago

«Vejo nas sondagens que a violência contra as mulheres é o assunto número catorze nas preocupações dos espanhóis, apesar de que todos os meses se contem pelos dedos, e desgraçadamente faltam dedos, as mulheres assassinadas por aqueles que crêem ser seus donos. Vejo também que a sociedade, na publicidade institucional e em distintas iniciativas cívicas, assume, é certo que só pouco a pouco, que esta violência é um problema dos homens e que os homens têm de resolver. De Sevilha e da Estremadura espanhola chegaram-nos, há tempos, notícias de um bom exemplo: manifestações de homens contra a violência. Até agora eram somente as mulheres quem saía à praça pública a protestar contra os contínuos maus tratos sofridos às mãos dos maridos e companheiros (companheiros, triste ironia esta), e que, a par de em muitíssimos casos tomarem aspectos de fria e deliberada tortura, não recuam perante o assassínio, o estrangulamento, a punhalada, a degolação, o ácido, o fogo. A violência desde sempre exercida sobre a mulher encontrou no cárcere em que se transformou o lugar de coabitação (neguemo-nos a chamar-lhe lar) o espaço por excelência para a humilhação diária, para o espancamento habitual, para a crueldade psicológica como instrumento de domínio. É o problema das mulheres, diz-se, e isso não é verdade. O problema é dos homens, do egoísmo dos homens, do doentio sentimento possessivo dos homens, da poltronaria dos homens, essa miserável cobardia que os autoriza a usar a força contra um ser fisicamente mais débil e a quem foi reduzida sistematicamente a capacidade de resistência psíquica. Há poucos dias, em Huelva, cumprindo as regras habituais dos mais velhos, vários adolescentes de treze e catorze anos violaram uma rapariga da mesma idade e com uma deficiência psíquica, talvez por pensarem que tinham direito ao crime e à violência. Direito a usar o que consideravam seu. Este novo acto de violência de género, mais os que se produziram neste fim-de-semana, em Madrid uma menina assassinada, em Toledo uma mulher de 33 anos morta diante da sua filha de seis, deveriam ter feito sair os homens à rua. Talvez 100 mil homens, só homens, nada mais que homens, manifestando-se nas ruas, enquanto as mulheres, nos passeios, lhes lançariam flores, este poderia ser o sinal de que a sociedade necessita para combater, desde o seu próprio interior e sem demora, esta vergonha insuportável. E para que a violência de género, com resultado de morte ou não, passe a ser uma das primeiras dores e preocupações dos cidadãos. É um sonho, é um dever. Pode não ser uma utopia.»

Mais um filme para o Verão! Uma banda sonora de ir às lágrimas...

sábado, 25 de julho de 2009

Slumdog Millionaire

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Um mimo em inglês

Betty Boop - 75 anos!



segunda-feira, 20 de julho de 2009

LUA

Wordle: Untitled

On a marché sur la Lune - Tintin

Man on the Moon, R.E.M.

Há 40 anos! Um homem na Lua!!!

Um trabalho cheio de ternura sobre Maria Luísa Barreto

domingo, 19 de julho de 2009

Bebés Hip Hop

sábado, 18 de julho de 2009

Marionetas em Óbidos

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Les Choristes, para ver e rever... uma lição diferente!




Vois sur ton chemin
Gamins oubliés égarés
Donne leur la main
Pour les mener
Vers d'autres lendemains
Donne leur la main
Pour les mener
Vers d'autres lendemains

Sens au coeur de la nuit
L'onde d'espoir
Ardeur de la vie
Sentier de gloire
Ardeur de la vie, de la vie
Sentier de gloire, sentir de gloire

Bonheurs enfantins
Trop vite oubliés effacés
Une lumière dorée brille sans fin
Tout au bout du chemin
Vite oubliés effacés
Une lumière dorée brille sans fin

Sens au coeur de la nuit
L'onde d'espoir
Ardeur de la vie
Sentier de gloire
Ardeur de la vie, de la vie
Sentier de gloire, sentir de gloire

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Fantasias na Areia...

terça-feira, 14 de julho de 2009

Nas férias, Mágoas da escola

"Em Mágoas da Escola, Daniel Pennac aborda os problemas da escola e da educação de um ponto de vista insólito - o ponto de vista do mau aluno. Pennac, que foi ele próprio um péssimo estudante, analisa a figura do cábula outorgando-lhe a nobreza que merece e restituindo-lhe a carga de angústia e dor que inevitavelmente o acompanha." Porto Editora

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Ainda e sempre Fernando Pessoa


A felicidade exige valentia.
"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes mas, não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

Fernando Pessoa - 70º aniversário da sua morte

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Em Julho, em Óbidos


quarta-feira, 1 de julho de 2009

Festival Évora Clássica

Wonderful World

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Prazer em conhecer, prazer em ouvir.. um privilégio


Parabéns Inês... 23 anos!!!! E não estou aí, que pena!!!

Michael Jackson, 2009

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Adieu Monsieur le Professeur

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Culture Unplugged Video

terça-feira, 23 de junho de 2009

Na EBI André de Resende , 26 de Junho


Cartaz concebido por Mª João Machado

domingo, 21 de junho de 2009

Chegou o Verão!!! Ai que calor...


Atendedor de Chamadas Escolar! PARA GRANDES MALES GRANDES REMÉDIOS!

Esta é a mensagem que o pessoal docente da Escola Secundária de Pacific Palisades (Califórnia) aprovou unanimemente que deveria ser gravada no atendedor de chamadas da escola.

Foi o resultado de a escola ter implementado medidas que exigiam aos alunos e aos pais que fossem responsáveis pelas faltas dos estudantes e pelas faltas de trabalho de casa.

Até parece que é só lá para aqueles lados que essas coisas acontecem...

AQUI VAI A MENSAGEM GRAVADA:

Olá! Foi direccionado para o atendedor automático da escola. De forma a podermos ajudá-lo a falar com a pessoa certa, por favor ouça todas as opções antes de fazer a sua selecção:

  • Para mentir sobre a justificação das faltas do seu filho, pressione a tecla 1;
  • Para inventar uma desculpa sobre porque é que o seu filho não fez o seu trabalho, tecla 2;
  • Para se queixar sobre o que nós fazemos, tecla 3;
  • Para insultar os professores, tecla 4;
  • Para saber por que razão não recebeu determinada informação que já estava referida no boletim informativo ou em diversos documentos que lhe enviámos, tecla 5;
  • Se quiser que lhe criemos a sua criança, tecla 6;
  • Se quiser agarrar, tocar, esbofetear ou agredir alguém, tecla 7;
  • Para pedir um professor novo, pela terceira vez este ano, tecla 8;
  • Para se queixar dos transportes escolares, tecla 9;
  • Para se queixar dos almoços fornecidos pela escola, tecla 0;
  • Se já compreendeu que este é o mundo real e que a sua criança deve ser responsabilizada e responsável pelo seu comportamento, pelo seu trabalho na aula, pelos seus tpcs, e que a culpa da falta de esforço do seu filho não é culpa do professor, desligue e tenha um bom dia!